Nossa história

Créditos das imagens: Museu Vicente de Azevedo/Funsai

A história do Hospital Dom Alvarenga teve início em 2 de janeiro de 1932, quando ainda era muito restrito o acesso a tratamentos de saúde no Brasil, especialmente para a população de baixa renda.

Os níveis de mortalidade infantil eram elevados e o atendimento público era realizado principalmente pelas Santas Casas de Misericórdia e por poucas maternidades e clínicas criadas por idealistas, como foi a Clínica Infantil do Ipiranga, atual Hospital Dom Alvarenga.

A Instituição surgiu a partir do sonho de duas senhoras que buscavam uma sociedade mais justa e igualitária: Maria Carmelita Vicente de Azevedo Barbosa de Oliveira e Dulce Barbosa de Almeida, que se aliaram ao jovem médico pediatra Dr. Augusto Gomes de Mattos. Nascia assim, em uma pequena garagem alugada da capital paulista, a Clínica Infantil do Ipiranga, nome pelo qual o Hospital ainda hoje é conhecido.

A determinação dos fundadores, porém, não era condizente com o reduzido espaço. Assim, os pais de Maria Carmelita, os beneméritos Conde José Vicente de Azevedo e Condessa Maria Cândida Bueno Lopes de Oliveira Azevedo, resolveram contribuir com duas doações de terrenos na Avenida Nazaré (em 1936 e 1938), que somaram 50 mil metros quadrados.

O novo complexo foi inaugurado em 1944 e batizado de Hospital Dom Antonio de Alvarenga em homenagem ao bispo de mesmo nome, conhecido como “Bispo Caridosíssimo” em virtude de suas diversas ações sociais. Já na segunda metade do século XX, a Instituição era referência em pediatria, contribuindo para a capacitação e formação acadêmica qualificada de grande número de médicos que nela realizaram residência. O antigo Centro de Estudos Pediátricos também era destaque, visitado por médicos e cientistas de todo o mundo, entre eles Dr. Albert Sabin.

A partir de 2003, a Instituição mudou sua razão social para Associação Beneficente Nossa Senhora de Nazaré – Abensena, que atende sob duas denominações: Hospital Dom Alvarenga e Clínica Infantil do Ipiranga.

Em razão da rica arquitetura de sua sede, a Instituição foi reconhecida como um dos monumentos do bairro do Ipiranga e seu prédio foi tombado pelo Conselho Municipal de Preservação do Patrimônio Histórico, Cultural e Ambiental da Cidade de São Paulo (Conpresp).

Com o passar dos anos e aprimoramentos constantes, pacientes particulares e de convênios de saúde usufruem um excelente nível de atendimento, com segurança e conforto. O resultado dessa demanda garante as atividades filantrópicas do Hospital Dom Alvarenga: o atendimento gratuito por meio do Termo de Parceria com a Secretaria Municipal de Saúde da Prefeitura de São Paulo e a manutenção do Programa Saúde e Alegria, que desde 2003, se dedica ao atendimento médico multidisciplinar, preventivo e 100% gratuito de crianças de 0 a 12 anos com dificuldades socioeconômicas.