Voltar

Novembro azul: atenção ao câncer de próstata

O mês de novembro se veste de azul para reforçar a importância do diagnóstico precoce e do tratamento ao câncer de próstata, tipo de câncer mais comum no sexo masculino.

A próstata está localizada abaixo da bexiga, ao redor da uretra e à frente do reto, sendo responsável pela produção de parte dos nutrientes e fluidos que constituem o esperma. O câncer pode se instalar em qualquer área da glândula e à medida que vai crescendo ocupa progressivamente os lobos esquerdo e direito da próstata.

Não existe uma causa específica para aparecimento da doença, mas o urologista do Hospital Dom Alvarenga, Dr. Daniel Makoto, destaca que alguns fatores podem contribuir para o surgimento do câncer. “É difícil falarmos em apenas um fator ou um hábito que seja responsável pelo aparecimento de câncer. No câncer de próstata, em específico, alguns fatores contribuem para o surgimento da doença, como histórico de câncer de próstata em parentes de primeiro grau, idade superior a 50 anos, alto consumo de alimentos gordurosos e obesidade”.

Os sintomas do câncer de próstata só aparecem quando a doença está muito avançada, por isso o rastreamento da doença é muito importante. “A realização de exames periódicos, como o PSA e o toque retal, faz toda a diferença, pois é através deles que é possível identificar o câncer e iniciar o tratamento o mais rápido possível”, destaca Dr. Makoto. Esses exames devem ser realizados anualmente a partir dos 50 anos.

Sintomas

Apesar de o câncer se manifestar apenas em estágios avançados, existem alguns sintomas que merecem atenção, como dificuldade para urinar, jato de urina fraco, sensação de bexiga cheia (mesmo após urinar), presença de sangue na urina, dores ósseas e emagrecimento.
“O paciente precisa observar os sinais que o corpo dele apresenta e procurar ajuda médica rapidamente”, diz Dr. Makoto.

Tratamento

Após o diagnóstico da doença o tratamento deve ser iniciado imediatamente. O especialista responsável é o urologista, que avalia a situação clínica do paciente, expectativa de vida, gravidade e doenças associadas. “O tratamento do câncer de próstata é personalizado, depende muito de paciente para paciente, mas é possível seguir três caminhos quando o tratamento é necessário: cirurgia, radioterapia e tratamento hormonal”, destaca Dr. Makoto.

Sabemos que o cuidado com a saúde masculina, principalmente relacionado à próstata, é um tabu e motivo de vergonha para muitos homens. Mas isso precisa ser deixado de lado, pois o cuidado com a saúde não pode esperar.

A equipe de Urologia do Hospital Dom Alvarenga conta com especialistas altamente capacitados e preparados para atender você.

Fonte: Dr. Daniel Makoto, Urologista do Hospital Dom Alvarenga.

Publicado em: 19 de novembro de 2021

Outras notícias

Hospital Dom Alvarenga inaugura nova UTI humanizadaLeia mais

Hospital Dom Alvarenga renova protocolos e amplia segurança contra o CoronavírusLeia mais

Hospital Dom Alvarenga garante segurança dos pacientes com geradores Cat®Leia mais